Diagnóstico BIM

Algumas empresas e instituições atuam em diferentes fases. É importante que cada empresa seja analisada de forma individual e personalizada para garantir o sucesso da implantação BIM. O ideal é que se identifique e se inicie a implementação BIM estabelecendo a fase mais importante considerando as metas da empresa a curto, médio e longo prazo e isto, é feito na etapa de diagnóstico.

Os objetivos da implementação BIM deverão ser coerentes com os objetivos estratégicos da própria corporação, tendo em vista a melhoria dos seus processos e atividades.

O nível de documentação e controle de um projeto de implementação BIM pode variar em função da quantidade de fases e processos envolvidos, da quantidade e da complexidade dos usos que se pretende fazer, entre outros fatores.

O conteúdo do relatório de Diagnóstico emitido é feito de forma personalizada para o cliente e basicamente tende a responder às seguintes questões:

  • O que existe hoje – Qual o cenário atual dos processos e projetos em desenvolvimento.
  • O que é possível – Conhecedor das diversas soluções de mercado, o que é possível ser feito considerando apenas a tipologia de projetos do cliente.
  • Como é feito – Detalhamento do processo de implementação das ações escolhidas.
  • Quanto tempo – Cronograma de ações e prazos para a obtenção de resultados. Análise de Hardwares

Como dito anteriormente, a fase de diagnóstico procura levantar informações que podem impactar nos processos internos da empresa quando o BIM for implantado. Dito isto, dentro de alguns itens que são avaliados no processo de diagnóstico existem as seguintes etapas e ações:

  1. Nível de maturidade BIM dos profissionais
  2. Análise dos projetos em andamento ou finalizados
  3. Análise dos documentos de padronização de projetos e processos internos
  4. Definição de objetivos e usos do BIM
  5. Análise de hardware e software
  6. Departamentos e estruturação da empresa
  7. Estimativa de custos e recursos humanos
  8. Equipe e Parceiros