IMPLANTAÇÃO BIM PARA GOVERNO

Controle e um vínculo apurado com o SINAPI. O BIM chega como aliado do Governo.

O governo é a grande mola que impulsiona a economia de nosso pais. Com o uso do BIM, contratante e contratado podem trabalhar com maior precisão e qualidade.

Os órgãos governamentais, em geral, contratam projetos e obras. Eles também muitas vezes tem limitação de verba. Portanto a contratação deve ser bem feita e com diversos parâmetros se o objetivo é usufruir dos benefícios dos projetos BIM. Considerando estes fatores e a MATRIZ BASE, vamos listar alguns pontos importantes da implantação nos órgãos governamentais.

  • SINAPI – Todos são regidos pelos métodos construtivos e pela regra de quantificação e orçamentação definidos pelo SINAPI. Portanto, a modelagem deve seguir estas regras e composições de preço.
  • BIM Mandate – O manual de modelagem BIM é o documento mais importante para estes contratos BIM. Com ele, contratante e contratado sabem o que receber e entregar. Com a regra definida, as chances de sucesso são mais claras.
  • Qualificação – Para construir o manual, é preciso uma forte qualificação em coordenação BIM e análise de modelos. Isso exige profissionais instrutores com experiência em BIM e em orçamento de obras para Governo.
  • Consultoria – Quase sempre é dificultoso a contratação de Consultoria para acompanhar tal implantação. Em alguns órgãos por onde passamos, isso foi resolvido com licitações de compra de softwares ou de treinamento e dentro destes horas de consultoria de implementação. Desta forma, atendemos os trâmites licitatórios convencionais.

Temos trabalhado na busca de convencer gestores governamentais do uso do BIM e muitas outras ações também estão acontecendo neste sentido. Vale a pena acompanhar.

 

David Silva Pinto

Consultor BIM